Taça de Portugal

bbpt, 3 de Julho de 2012

De 24 a 29 de Julho, a bonita praia da Arda empresta as suas ondas para a mais emblemática prova do calendário da Federação Portuguesa de Surf, e a única que coloca frente a frente clubes de Norte a Sul do país – Taça de Portugal 2012.
Em 2011, os vencedores foram a Associação Onda do Norte, mas, em 2012, a luta pela Taça está em aberto e o Clube Recreativo e Cultural da Quinta dos Lombos (CRCQL) espreita a desforra.

A Taça de Portugal já mexe, com os clubes envolvidos a prepararem as comitivas que viajarão até Viana do Castelo para medir forças e habilidade na dança das ondas da praia da Arda, naquela que é, indiscutivelmente, a prova rainha do calendário da Federação Portuguesa de Surf e que congrega todos os escalões etários e praticamente todas as modalidades de ondas da FPS (surf, longboard, bodyboard e kneeboard).
Para os campeões em título, este será um ano sem pressão ou expectativas muito elevadas depois da vitória do ano passado numa das Taças mais disputadas de sempre. Pelo menos, essa é a mensagem que Manuel Centeno, co-fundador da Onda do Norte transmite: “Estamos a tentar reunir uma equipa completa. Neste momento, tudo aponta para que tenhamos de lidar com falta de atletas para competir em todas as categorias. A verdade é que o país está a atravessar uma fase complicada e isso tem reflexo em todas as áreas, pelo que o Desporto não é excepção.” Posto isto, o campeão nacional de bodyboard aponta como favoritos a ganhar a Taça o CRC Quinta dos Lombos, que designa “os grandes favoritos”: “Os principais candidatos este ano são, novamente, os da Quinta dos Lombos. Nós iremos tentar contrariar o poderio dos grandes favoritos e fazer o melhor que pudermos para lhes estragar a festa. O facto de a Taça este ano ser em Viana, pessoalmente, até nos favorece, já que nos sentimos mais confortáveis a Norte. Veremos se isso ajuda a fazer a diferença…”

Assim, se Manuel Centeno e a Onda do Norte passam o favoritismo para Carcavelos, casa do CRC Quinta dos Lombos, Pedro “Pecas” Monteiro agarra-o com ambas as mãos: “Este ano não vamos facilitar e não iremos deixar que a Onda do Norte ganhe a Taça como o ano passado. Sabemos que nos tornámos o alvo a abater por sermos praticamente os únicos representantes do Sul contra uma série de clubes do Norte do país, mas isso ainda nos dá mais motivação”. O dirigente do CRCQL garante que a equipa de Carcavelos vai apresentar-se na máxima força em todas as categorias e vão embuídos de um espírito guerreiro para a competição que já venceram 4 vezes na sua história: “Isto é como um jogo Benfica – FC Porto. Para nós representa um grande esforço orçamental ir consecutivamente desde há alguns anos para o Norte, mas com a ajuda da organização que nos ajuda com o transporte entre a praia e o alojamento, podemos poupar meios e concentrarmo-nos exclusicamente na parte desportiva, sendo que o nosso objectivo é trazer a Taça de volta para Quinta dos Lombos!”